Tráfego nas rodovias de SP e do RJ registram desaceleração em março

18/04/2024

Na comparação entre fevereiro e março de 2024, as rodovias de São Paulo e do Rio de Janeiro registraram aumento discreto no tráfego de veículos, o que representa uma desaceleração em relação ao comportamento nos meses anteriores. Os resultados foram extraídos da última edição do Monitor de Tráfego nas Rodovias, levantamento realizado pela Veloe em parceria com a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) com o objetivo de acompanhar regularmente o movimento de veículos leves e pesados nas rodovias desde janeiro de 2020.

A variação mensal no tráfego – que exclui a incidência de fatores sazonais nos resultados – foi de 0,1% em São Paulo e de 0,3%, no Rio de Janeiro. Em termos desagregados, o fluxo de veículos leves registrou crescimento nos dois estados (+1,2% em São Paulo e +1,7%, no Rio de Janeiro), contrastando com a retração no deslocamento de veículos pesados nas vias, especialmente no caso paulista (-8,9%).

Quando comparado a março de 2023, a retração do tráfego em rodovias paulistas foi de 0,5%, enquanto as rodovias fluminenses apresentaram um incremento de 4,8% no número de veículos. Segundo o levantamento, a ligeira queda observada em São Paulo foi influenciada, principalmente, pelo fluxo de veículos pesados, que recuou 6,8% no período. Por outro lado, no caso do Rio de Janeiro, o crescimento de tráfego foi impulsionado tanto por veículos leves (+4,7%) quanto por veículos pesados (+5,2%).

No acumulado do primeiro trimestre de 2024, São Paulo apresentou um crescimento de 4,1% no fluxo agregado de veículos, enquanto o Rio de Janeiro registrou um aumento de 9,6%. Em ambos os casos, tanto o tráfego de veículos leves quanto de veículos pesados contribuiu positivamente para o resultado positivo.

Ao analisar o volume de tráfego nos últimos 12 meses, São Paulo apresentou um crescimento de 3,1%, enquanto o Rio de Janeiro registrou uma alta acumulada de 6,9% - ambos em comparação com os 12 meses precedentes. Em conjunto, os resultados do Monitor de Tráfego nas Rodovias refletem uma desaceleração no fluxo de veículos, principalmente de veículos pesados, em meio a incertezas e dificuldades emergentes no cenário econômico, tanto da ótica do consumo, ou seja, das famílias, quanto do ponto de vista da produção e logística.

Para mais detalhes sobre os índices, acesse os informes de São Paulo e Rio de Janeiro do Monitor de Tráfego nas Rodovias do Panorama Veloe de Indicadores de Mobilidade.

Sobre a Veloe

Veloe é um hub de mobilidade e gestão de frota, que nasceu para tornar a mobilidade mais fluida e simples e a gestão de frotas leves e pesadas mais eficiente. Veloe é aceita em todas as rodovias pedagiadas e mais de 2.300 estabelecimentos comerciais no país. Foi criada por Banco do Brasil e Bradesco em 2018, como uma unidade de negócios da Alelo. Entre seus principais parceiros estão C6 Bank, BTG+, Digio, Unidas, além de times de futebol. Mensalmente, divulga o Panorama Veloe de Indicadores de Mobilidade, em parceria com a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), uma cesta de indicadores sobre mobilidade que força a vocação do negócio em gerar informação relevante e de qualidade para a tomada de decisões. Em 2023, lança a Veloe Go, marca que reúne serviços para pessoas jurídicas. Para ter Veloe e Veloe Go basta solicitar pelo nosso site.



google-site-verification=he92oidMsGk8k8v3k0ClPonvSogZ4ZrKkMkm452uIFU