Passageiros dos Transportes Metropolitanos pagam tarifa mais barata utilizando o Cartão Fidelidade

03/04/2024

Com o bilhete, que pode ser adquirido nas postos de atendimento, é possível economizar até R$0,66 por viagem

Os passageiros que utilizam o transporte sobre trilhos das empresas vinculadas à Secretaria dos Transportes Metropolitanos (STM) – CPTM e Metrô – podem garantir desconto de até R$0,66 por tarifa ao utilizar o Cartão Fidelidade.

O bilhete foi especialmente pensado para ajudar na economia do cidadão que utiliza o sistema ferroviário com frequência, seja para trabalhar, estudar ou lazer.

Como solicitar o cartão

O bilhete pode ser adquirido e recarregado nos postos de atendimento do Cartão Fidelidade e nas cabines de recarga do Bilhete Único localizadas em 32 estações das linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata do Metrô e em 23 estações das linhas 4-Amarela e 5-Lilás (clique aqui para conferir as estações).

O passageiro pode carregar 8, 20 ou 50 viagens com descontos progressivos. Em vez de pagar os valores cheios de R$40, R$100 e R$250, respectivamente, o passageiro paga R$37, R$90 e R$217. Ou seja, quanto mais viagens no bilhete, maior a economia.

Quando usado mais de uma vez em um curto período de tempo, há um intervalo que deve ser respeitado entre uma utilização e outra:

  • 10 minutos se o usuário embarcar na mesma linha e estação diferente do embarque anterior;
  • 20 minutos se o usuário embarcar na mesma linha e mesma estação do embarque anterior;
  • 20 minutos em estações integradas com a CPTM ou ViaQuatro.

Ao solicitar o bilhete é necessário pagar uma taxa única de R$2,00 e colocar uma recarga inicial equivalente ao número mínimo de viagens.

Secretaria dos Transportes Metropolitanos

A STM cuida diariamente do transporte de 8,5 milhões de passageiros, na média dos dias úteis. São passageiros que usam os ônibus gerenciados pela EMTU, além dos trens do Metrô, da CPTM e das linhas 4-Amarela, 5-Lilás, 8-Diamante e 9-Esmeralda, estas quatro últimas concedidas à iniciativa privada. A Estrada de Ferro Campos do Jordão, no interior do Estado, também é responsabilidade da STM.


google-site-verification=he92oidMsGk8k8v3k0ClPonvSogZ4ZrKkMkm452uIFU