Mercedes-Benz Arocs traciona até 150 toneladas como guincho para caminhões, ônibus e veículos pesados

26/10/2023

  • Arocs 3351 6x4 passa a integrar a frota da Comercial Flavinho, empresa com mais de 20 anos de atuação em serviços de autossocorro, sendo referência no Vale do Paraíba, Litoral Norte e Campos do Jordão, no Estado de São Paulo
  • Cliente conta com 56 caminhões leves Accelo para operações de guincho, sendo 31 unidades da atual linha Euro 6, além de um Atego 1419 Euro 6
  • Além dos serviços de autossocorro, a Comercial Flavinho também opera com locação de caminhões já implementados com guincho
  • Flávio Cristiano das Dores: "Em termos de tecnologia do Euro 6, a Mercedes-Benz está entre os primeiros. Além disso, com seu amplo portfólio, ela oferece muitas possibilidades de configuração dos caminhões"
  • No último dia 18 de outubro, a Mercedes-Benz e seu concessionário De Nigris São José dos Campos realizaram a entrega de um caminhão Arocs 3351 6x4 para a Comercial Flavinho, empresa com mais de 20 anos de atuação em serviços de autossocorro, sendo referência no Vale do Paraíba, Litoral Norte e Campos do Jordão, no Estado de São Paulo.

    Implementada com guincho, a versão plataforma do Arocs 3351 6x4 se destaca pela Capacidade Máxima de Tração (CMT) de 150 toneladas, ideal para operações de autossocorro de caminhões, carretas, ônibus e outras composições em rodovias. Este Mercedes-Benz pode então ser utilizado nas mais diversas situações, como a remoção de veículos em casos de quebras, tombamentos e outras necessidades de arraste ou movimentação.

    "Às vezes nos deparamos com carretas de até 74.000 kg que precisam de remoção a fim de desbloquear estradas. Nestes casos, necessito de um caminhão robusto e resistente como o Arocs para tirar aquele veículo da via o mais rápido possível e com segurança, a fim de normalizar o tráfego", diz Flávio Cristiano das Dores, o Flavinho. "Esse extrapesado da Mercedes-Benz nos oferece características de um off-road só que no asfalto, ou seja, ele traciona com mais força para puxar os veículos pesados. Além disso, sua altura maior em relação ao solo também facilita a operação quando é necessário sair da estrada ou transpor canteiros".

    Flavinho também está encantado com as tecnologias e o conforto do Arocs. "Em termos de Euro 6, a Mercedes-Benz está entre os primeiros. E com seu amplo portfólio, oferece muitas possibilidades de configuração dos caminhões", afirma o cliente. "É muita tecnologia embarcada, como o câmbio automatizado e o controle de tração, além do conforto da cabina, que é top. O motor é potente e nossa expectativa é por um ótimo consumo. Vamos iniciar as operações do Arocs no Rodoanel, onde trafegam muitos pesados que interligam indústrias e CDs com o Porto de Santos".

    Ouvindo a voz do cliente e trazendo a solução

    "Juntamente com o pessoal da De Nigris, estivemos recentemente com o Flavinho para falar sobre o setor de autossocorro, contando para isso com sua experiência de mais de 20 anos, e também para ouvir suas demandas", diz Jaqueline Neves, gerente Regional de Vendas Caminhões São Paulo da Mercedes-Benz do Brasil. "Assim como ocorreu com os caminhões leves e médios Accelo e com o modelo médio Atego, mostramos ao cliente que o Arocs é a melhor solução para o seu atendimento de remoção de veículos e composições pesadas. A aquisição do Arocs 3351 para guincho mostrou que o Flavinho ficou muito satisfeito com o extrapesado da nossa marca e com tudo o que ele traz de robustez, tecnologia, economia e conforto. Mais uma vez, portanto, As estradas falam, a Mercedes-Benz ouve e traz a solução".

    "A Mercedes-Benz e a De Nigris têm demonstrado muito carinho, respeito e confiança no relacionamento com a nossa empresa", destaca Flavinho. "Eu prezo muito essa atenção e também o atendimento pós-venda oferecido pela marca, que é fundamental na atividade de autossocorro, porque os caminhões precisam estar sempre disponíveis".

    Mecânico de formação, Flávio Cristiano das Dores é proprietário da Comercial Flavinho e de outras empresas que, desde 1999, atuam com serviço de guincho e, mais recentemente, com locação desses veículos para terceiros. Com sua base em São José dos Campos, conta hoje com cerca de 120 caminhões para autossocorro. "Utilizamos 40 unidades em nossos serviços de guincho e locamos as outras 80", afirma Flavinho. "Metade da frota é da marca Mercedes-Benz e projetamos uma presença maior em 2024, com mais renovação, uma vez que nossa frota tem idade média de 1,5 a 2 anos, o que é um diferencial de mercado".

    Arocs é destaque pelo motor de 495 cv e câmbio automatizado

    Além da versão plataforma (P), o Arocs 3351 6x4 é oferecido ao mercado nas versões basculante (K) e cavalo mecânico (S) para operações off-road em atividades de transporte da cana-de-açúcar, madeira, construção civil e outras. Seu excelente desempenho baseia-se no robusto e eficiente trem de força: motor OM 460 LA de 12,8 litros, com potência de 495 cv a 1.600 rpm e torque de 2.400 Nm a 1.100 rpm, câmbio automatizado MB PowerShift 3 Advanced de 12 marchas sem pedal de embreagem e eixos traseiros MB HD-7 e HL-7 com redução nos cubos.

    O Arocs oferece um amplo pacote de segurança: freio a tambor com acionamento pneumático, Top-Brake, ABS (Sistema Anti Travamento das Rodas), EBD (Distribuição Eletrônica de Frenagem), ASR (Controle de Aderência em Aceleração), Hill Holder (Assistência de Partida em Rampa), ESS (Luzes Traseiras de Frenagem de Emergência) e ESC® (Controle Eletrônico de Estabilidade).

    Forte presença do Accelo na frota de autossocorro

    A relação do cliente com a marca Mercedes-Benz inclui uma forte presença dos caminhões Accelo como guincho de autossocorro. A empresa possui 25 caminhões Accelo em sua frota, sendo 15 unidades Euro 5 adquiridas no ano passado. Em 2023, foram mais 31 unidades de Accelo Euro 6: são 15 unidades do modelo 817, outras 15 do 1017 e um 1317 6x2. Além disso, também adquiriu um caminhão médio Atego 1419 e o extrapesado Arocs 3351 6x4, ambos Euro 6 e também para serviços de guincho.

    "Em termos de robustez e durabilidade, o caminhão Mercedes-Benz está à frente em relação à concorrência. Um Accelo 1316 da nossa frota, de 2015, chegou a 400.000 km com baixa manutenção e ainda não pretendemos trocar por outro", informa Flavinho. "O trem de força do Accelo é muito bom, principalmente porque é semelhante ao de um caminhão toco como o Atego 1419".

    O cliente também destaca a economia oferecida por esses caminhões. "O Accelo sempre teve o melhor consumo da categoria, com diferença de 10 a 15% a menos que outros modelos do mercado. Estamos na expectativa por mais economia com os caminhões Euro 6", diz Flavinho, que ressalta ainda que as novas tecnologias embarcadas nos modelos 2023, especialmente de segurança, agregam ainda mais valor aos caminhões Mercedes-Benz.

    Um caminhão sempre à frente do seu tempo

    "Quando a Mercedes-Benz lançou o Accelo, há 20 anos, tinha um grande desafio: dar continuidade ao sucesso do caminhão 710, o Mercedinho, um campeão de vendas e muito querido por autônomos, frotistas e motoristas do Brasil por qualidades como agilidade e robustez nas severas atividades da distribuição urbana e das curtas distâncias rodoviárias e rurais", afirma Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. "Desde sua chegada ao mercado, o Accelo já trouxe em seu DNA todas as características consagradas dos leves da marca, agregando mais força, tecnologia e um padrão ainda mais elevado de desempenho, economia, conforto e segurança".

    O Accelo inovou no mercado com o conceito de cabina home office, com interior parecido ao de um automóvel. Isso inclui vários compartimentos porta-objetos, encosto reclinável tipo mesa, volante similar ao de um automóvel, coluna de direção regulável, cintos de segurança de três pontos, painel com computador de bordo e sistema de diagnose, vidros elétricos, espelho com regulagem elétrica, ar condicionado e cobertura de degraus.

    "Outro destaque do Accelo está no fato de que esta foi a primeira linha de caminhões leves a comercializar o câmbio automatizado sem pedal de embreagem", destaca Roberto Leoncini. "Por isso, esse caminhão da nossa marca está sempre à frente de seu tempo, cada vez mais atualizado para atender às necessidades do mercado e oferecer mais valor ao cliente. Isso também é resultado do compromisso: As estradas falam, a Mercedes-Benz ouve e traz a solução".

    "As categorias de caminhões leves e médios são muito competitivas, com um universo bastante diversificado de clientes, desde aqueles que focam mais o preço do veículo, como aqueles que fazem gestão de frota, olhando para o preço e também custos operacionais, investindo em tecnologias que trazem mais economia, conforto e segurança", diz Roberto Leoncini. "Nossa linha Accelo tem produtos para cada perfil de cliente, seja com modelos básicos ou mais completos, como o Accelo top de linha com câmbio automatizado, cabina estendida, banco do motorista pneumático, tanque auxiliar de 150 litros, ar condicionado, vidro e espelhos com acionamentos elétricos e vários outros itens".


    google-site-verification=he92oidMsGk8k8v3k0ClPonvSogZ4ZrKkMkm452uIFU