Fazenda Conectada Case IH: ecossistema digital traz aumento de produtividade e sustentabilidade no campo

26/10/2023

A Case IH, marca da CNH Industrial, em parceria com a TIM, operadora líder no agronegócio e com a maior cobertura móvel no país, apresenta os primeiros resultados obtidos na Fazenda Conectada, localizada em Água Boa, no Mato Grosso. Lançada em 2021, a região recebeu o projeto 4G TIM no Campo, para reunir todas as soluções avançadas da marca e se tornou um laboratório de Agricultura Digital.

Com o objetivo de mostrar como a conectividade aumenta a produtividade no campo, mesmo em uma região de alto rendimento safra após safra, o estudo foi desenvolvido pela Agricef e Unicamp. Foram analisados diversos fatores, estruturados em três pilares: Eficiência Agrícola, Viabilidade Econômica e Sustentabilidade.

Com uma produção total de 12.925 toneladas, a safra 22/23 da Fazenda Conectada foi 18% mais produtiva do que safra anterior e 13,4% mais produtiva do que a média do Brasil. Em um comparativo com outra fazenda sem internet na mesma região – e isolando outros fatores – a conectividade foi responsável pelo aumento de 3,5% da produtividade, resultando em 2,35 sacas de soja a mais por hectare, em uma área de 3,2 mil ha.

Outro fator levantado foi em relação à eficiência operacional. Na comparação entre três colheitadeiras que trabalharam na safra anterior sem conectividade e, na 22/23, com conectividade, as máquinas diminuíram o tempo de motor ocioso em 5,7% e aumentaram o tempo de trabalho em 4,2%. Isso proporcionou a redução de três dias de trabalho na janela de colheita.

"Os dados nos mostram como a conectividade impacta efetivamente no resultado final da safra. O monitoramento em tempo real permite que dados se tornem informações e que a tomada de decisão seja mais rápida e eficiente", comenta Christian Gonzalez, vice-presidente da Case IH para a América Latina.

A gestão de frota em tempo real proporcionou também economia no consumo de combustível. A análise levou em conta todas as máquinas da fazenda e constatou a redução de 25% do consumo de combustível em litros/ha, representando uma economia de mais de R$ 300 mil na safra 22/23, ao ser comparada com a safra anterior.

Tornar-se mais sustentável também é um dos objetivos da Fazenda Conectada Case IH. Com a economia de combustível e de fertilizantes, além do aumento da produtividade da safra, o estudo mostrou que a fazenda reduziu a emissão de carbono em 12,5 kg de CO² equivalente/t de soja. Isso representa 10% de queda na intensidade de emissão do poluente.

"A safra 22/23 da Fazenda Conectada foi mais eficiente, produtiva e sustentável, graças à conectividade", conclui Gonzalez. E o investimento para chegar a esses números também foi calculado pela consultoria.

Com um investimento de R$ 1,4 milhão, que incluía antena, manutenção, kit de telemetria para as máquinas e consultoria, calculou-se que a Fazenda Conectada terá o retorno financeiro em um ano e meio. A análise levou em consideração a área da fazenda e o aumento de 2 sacas/ha, que foi o ganho real que a conectividade proporcionou entre uma safra e outra.

"Esse valor investido potencialmente irá cair, porque a tendência é que a produtividade aumente ainda mais. Além disso, também depende da frota que o produtor tem. A partir deste ano, todas as máquinas da Case IH já saem com conectividade de fábrica", explica o vice-presidente.

Para Alexandre Dal Forno, diretor de Desenvolvimento de Mercado IOT e 5G da TIM, os resultados da Fazenda Conectada apontam o excelente retorno da adoção da conectividade 4G. "O projeto conseguiu proporcionar um estudo inédito no Brasil, que comprova que a conectividade não é um custo, mas sim um investimento", comenta.

Levar conectividade ao campo significa também promover benefícios para toda a sociedade do entorno. As duas antenas instaladas pela TIM facilitaram o dia a dia de mais de 25 mil habitantes de Água Boa, com sinal de internet para mais de 27 escolas e universidades, além de 10 hospitais e unidades de saúde que não possuíam acesso à rede 4G.

Presente hoje em mais de 14,4 milhões de hectares em todo o país, a TIM é a operadora líder no agronegócio no Brasil, beneficiando mais de 1 milhão de pessoas em 500 municípios de 13 estados diferentes. A TIM também é pioneira na oferta de funcionalidade NB-IoT no projeto 4G TIM no Campo, alcançando a marca de mais de 28 milhões de hectares cobertos com a tecnologia em 4.700 cidades, ampliando a cobertura tradicional.

Ecossistema da Fazenda Conectada

Dentro do ecossistema da fazenda, as máquinas de construção da CASE Construction Equipment, outra parceira do projeto, também são essenciais no dia a dia no campo. Desde abertura de valas, até o carregamento de insumos e outras movimentações, as máquinas da linha amarela também são conectadas e enviam dados em tempo real.

O acesso à internet proporciona que todos esses equipamentos, soluções, além de pessoas e resultados estejam conectados em todas as etapas do ciclo produtivo. Com benefícios que vão desde de monitoramento meteorológico até o gerenciamento de equipe.

Essas mudanças criaram também novos hábitos no dia a dia da fazenda. "A tecnologia só veio para somar. Com a conectividade, ganhamos padronização de processos e melhor capacitação profissional que agregaram na eficiência agrícola", comenta Felipe Zmijevski, agrônomo responsável pela fazenda.

A Fazenda Conectada Case IH é um projeto a longo prazo, que seguirá reunindo as mais avançadas tecnologias que o produtor brasileiro pode ter acesso.

Para este grande momento na história da Case IH, a marca contou com o apoio destes parceiros: TIM, líder em cobertura 4G no país e à frente do projeto 4G TIM no Campo; Banco CNH Industrial, braço financeiro da CNH Industrial, com atuação há mais de 20 anos no Brasil financiando os segmentos agrícola, de construção, transportes e geração de energia; CASE Construction Equipment, marca irmã da Case IH, que produz, comercializa e dá suporte a uma linha completa de equipamentos de construção no Brasil e no mundo; Stellantis, uma das principais fabricantes de automóveis e fornecedoras de mobilidade orientada por uma visão clara: oferecer liberdade de movimentação com soluções de mobilidade distintas, econômicas e confiáveis; Parts & Services, unidade de negócios da CNH Industrial responsável pela estratégia comercial, marketing, serviços, customer care, product support, treinamento e distribuição logística de peças para as seis marcas do grupo; AGXTEND, marca da CNH Industrial especializada em soluções inovadoras e sustentáveis em agricultura de precisão; IVECO, que projeta, fabrica e comercializa uma ampla gama de veículos para o transporte de carga, passageiros e veículos de defesa; FPT Industrial, voltada ao design, produção e comercialização de sistemas de propulsão para veículos on road e off road, máquinas agrícolas e de construção e também aplicações marítimas e de geração de energia; Nokia, líder em tecnologia aberta e segura, promovendo a conectividade no campo e criando tecnologia que ajuda o mundo a agir em conjunto; Raven, marca da CNH Industrial e líder em tecnologia de agricultura de precisão; PETRONAS, marca de lubrificantes automotivos e industriais de alta qualidade; Polaris, que desenvolve, produz e comercializa veículos off-road inovadores e de alta qualidade; A Highline constrói torres e outras soluções de infraestrutura para comunicações com investimento próprio, disponibilizando o uso em contratos de pagamentos mensais de longo prazo; Agropecuária Jerusalém, propriedade onde fica a Fazenda Conectada Case IH; e Prefeitura de Água Boa (MT).


google-site-verification=he92oidMsGk8k8v3k0ClPonvSogZ4ZrKkMkm452uIFU