Câmeras inteligentes com análise avançada ajudam a salvar vidas de motoristas da construção civil

21/06/2024

A tecnologia permite a emissão imediata de mensagens de alerta diante de comportamentos como uso de celular, fadiga e distração ao volante

O setor de construção civil desponta como um dos segmentos de maior crescimento no país, com projeções de alta de 2,9% em 2024, segundo dados do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP). No entanto, mesmo desempenhando um papel vital na economia, na indústria da construção ainda enfrenta preocupações significativas em relação aos acidentes.

Para se ter uma ideia, em todo o Brasil, acontece em média uma morte por acidente de trabalho a cada 3 horas e 40 minutos. Em 2022, foram registrados 612 mil acidentes, segundo o Ministério Público do Trabalho (MPT), sendo 2.538 fatais. As principais causas são: quedas de altura; queda de objetos; picadas de insetos e animais peçonhentos; lesão por esforço repetitivo (LER); além de impacto e colisões causadas por veículos.

Para ajudar a reverter esse cenário, tecnologias têm surgido, contribuindo significativamente para a prevenção de acidentes. No âmbito da segurança relacionada a veículos e cargas, a videotelemetria - coleta remota e o monitoramento de dados via vídeo em tempo real - tem se tornado uma ferramenta essencial.

Segundo Victor Cavalcanti, co-fundador e CEO da Infleet, empresa que desenvolve uma série de soluções tecnológicas para gestão de frotas, câmeras são instaladas em caminhões, tratores, guindastes, empilhadeiras, escavadeiras, entre outros, capturando imagens que mostram o comportamento do motorista e as intercorrências da estrada.

Com a videotelemetria, é possível verificar situações como: o uso do celular; fadiga; distração ao volante; fumar ao dirigir; frenagens bruscas; riscos de colisão; excesso de velocidade e etc. "Quando a tecnologia identifica um desses comportamentos, uma mensagem é emitida pela câmera, funcionando como um assistente de modo de condução do motorista", destaca.

Victor Cavalcanti
Victor Cavalcanti

A videotelemetria também possibilita um acompanhamento preciso da localização e desempenho dos veículos em uma construção. Isso engloba a geração de um mapa digital do local da obra, identificando onde estão, a fim de proporcionar um ambiente de trabalho mais seguro, além dos gestores, poderem garantir o uso eficiente dos ativos, evitando ociosidade ou subutilização.

Victor destaca, ainda, que a tecnologia da Infleet é capaz de realizar um controle estrito de velocidade em regiões específicas, com o disparo de alerta sonoros em tempo real para os motoristas. Ele ressalta uma experiência com um cliente que enfrentava o desafio de garantir que seus veículos mantivessem velocidades seguras em determinadas áreas, sem comprometer a eficiência operacional. "Hoje, por meio de um aplicativo embarcado na câmera, o monitoramento da velocidade se torna até 10 vezes mais rápido e fácil do que as soluções convencionais, permitindo que os clientes criem uma quantidade ilimitada de 'cercas' virtuais e definam a velocidade máxima em cada uma delas", explica.

Segundo o especialista da Infleet, as soluções disponíveis até então exigiam equipamentos caros e complexos, com processos de configuração demorados, consumindo até 2 horas por dispositivo. Isso não apenas representava um custo significativo, mas também uma barreira à agilidade operacional. Isso mudou.

"Além da redução dos riscos de acidentes de trabalho, empresas que adotam a videotelemetria experimentam melhorias notáveis em prazos, redução de custos e aumento da eficiência operacional", conclui Victor Cavalcanti.



google-site-verification=he92oidMsGk8k8v3k0ClPonvSogZ4ZrKkMkm452uIFU