Mês da Paz no Trânsito: Brasil é terceiro país em número de mortes no trânsito

11/04/2023

Zapay contribui com orientações para os motoristas para mudar essa realidade

O Brasil é o terceiro país com mais mortes no trânsito em todo o mundo, o que configura como a oitava principal causa de mortes no país, segundo o Status Report on Road Safety, relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS). São aproximadamente 1,35 milhão de vítimas por ano. Buscando incentivar boas práticas no trânsito, o Contran vem fazendo campanhas de conscientização de motoristas. Vale lembrar também que no dia 21 de abril é comemorado o dia nacional da paz no trânsito e a Zapay, fintech de tecnologia e pagamento de débitos veiculares, traz algumas dicas de segurança para ajudar a melhorar essa estatística.

1 Se beber, não dirija

Álcool e direção é uma mistura fatal. Quem consome bebida alcoólica e dirige, assume o risco de colocar a sua vida e a de outras pessoas em perigo. Dirigir embriagado é crime e a multa é pesada, de cerca de R$ 3 mil. Criada em 2018, a Lei Seca teve suas regras endurecidas ao longo dos anos até chegar a uma das legislações mais duras do mundo, e o motorista ainda corre o risco de ter a sua CNH suspensa.


2 Use o cinto de segurança

Ainda que muitos motoristas optem por ignorá-lo, o cinto de segurança é obrigatório no Brasil e tem a sua eficácia comprovada. Vale lembrar que o uso também é obrigatório para os passageiros que viajam no banco de trás do automóvel. Em caso de flagrante, a multa é grave e se forem crianças nos bancos do passageiro, a infração é gravíssima, acarretando pena de R$195,23 e R$293,47 respectivamente. Jamais dirija sem o cinto de segurança e regule-o sempre para que fique junto ao corpo.

3 Fique atento à sinalização e respeite o limite de velocidade

A sinalização de trânsito é a melhor maneira para orientar e informar o motorista sobre as obrigatoriedades e perigos em determinados pontos das vias. As sinalizações não estão ali por acaso. Os limites de velocidade são determinados após estudos com base nas condições de fluxo de veículos da via, assim como o risco que pode haver em curvas acentuadas, passagem de pedestres, neblina e outros fatores. Ainda que exista muita polêmica sobre o uso de radares eletrônicos, as multas por excesso de velocidade, vindas através dos aparelhos ou mesmo de agentes de trânsito, são a melhor maneira de incentivar quem dirige a respeitar esses limites. Há ainda penalidades para quem não obedecer às sinalizações.


4 Mantenha a manutenção do veículo em dia

Não é apenas antes de uma viagem que a manutenção do veículo deve ser levada em consideração. Fazer revisões periódicas pode evitar até prejuízos financeiros. O grande problema de não adotar essa prática é quando esses defeitos acontecem enquanto você está dirigindo. Um carro quebrado em uma via pode trazer transtorno para o funcionamento do trânsito. Por outro lado, um pneu estourado pode trazer risco a sua vida e a das pessoas que compartilham o trânsito.

5 Tenha cuidado com pedestres, ciclistas e motoqueiros

Estes são sempre os três elementos mais frágeis do trânsito e os mais prejudicados quando acidentes acontecem. Por isso, é importante redobrar o cuidado e saber que existem normas e leis específicas para ciclistas e pedestres. Se você é motorista de um carro, respeite sempre aqueles que podem sair mais lesados do que você, independentemente de quem está certo. Garantir a segurança de uma vida deve vir sempre em primeiro lugar.


6 Cuidado nos cruzamentos

Cruzamentos estão entre os locais mais perigosos do trânsito, pois segundo pesquisadores a atenção direcionada a mais de um ponto pode confundir algumas pessoas. Portanto, é preciso estar atento aos cruzamentos e às placas de sinalização para garantir uma passagem segura.

7 Sinalize antes de realizar uma ação

A sinalização das ações pretendidas entre motoristas também é muito importante. Se no cotidiano você se comunica com outras pessoas, por que no trânsito seria diferente? Fazer uma conversão sem a utilização das setas é um exemplo de irregularidade que pode trazer riscos a todos os envolvidos. Se um acidente acontece, você ainda terá que justificar a ação, o que pode ser ainda mais trabalhoso. Para evitar problemas, confira sempre o funcionamento das luzes e faróis, além dos demais itens de segurança obrigatórios.


8 Mantenha distância do veículo da frente

É importante manter uma distância segura do veículo da frente, a fim de evitar acidentes e salvar vidas. O Código Brasileiro de Trânsito (CTB) fala sobre manter distância lateral e frontal dos demais veículos e dos limites da pista. A batida na traseira do veículo é um dos acidentes mais comuns, e pode ser evitado adotando essa prática


google-site-verification=he92oidMsGk8k8v3k0ClPonvSogZ4ZrKkMkm452uIFU